Memórias do Velho Mundo – Os Alpes Suíços – Männlichen e o Helicóptero.

Chegar aos Alpes é uma coisa, subir é outra totalmente diferente. Aqui você acompanha a minha subida a um dos picos da região dos Alpes Bernenses. Com altura de cerca de 2.343m, Männlichen é uma estação montanhosa que tem diversas opções de diversão, em qualquer época do ano. Eu fui no inverno, e o passeio que fiz foi fantástico.

_

Os Alpes Suíços – O pico de Männlichen. E o helicóptero.

#122 – Escolhendo bem a sua estação montanhosa.

A forma mais comum de subida aos Alpes é a gondola, que nós estamos acostumados a chamar de Teleférico. O teleférico leva às estações montanhosas. A mais famosa da região é a Jungfrau, que é tão estruturada que tem um parque de diversão e um museu de gelo. Também é possível chegar no Jungfrau via trem, desembarcando na estação ferroviária mais alta do mundo – a Jungfraujoch, acima de 4.000 metros. O problema: o preço. O Swiss Pass somente me dava 25% de desconto nas passagens de trem a partir de Grindelwald.

As estações montanhosas mais conhecidas da região são a Jungfrau, a First, a Mannlichen, a Schilthorn, Lauberhorn e Kleine Scheidegg.

Para subir até o Jungfrau desde Grindelwald custa mais de 460 reais para ida e volta. Isso mesmo amigo, você pode facilmente pagar o preço de outra viagem na Suíça se você não se cuidar dos bolsos aqui nos Alpes. Por que aí tem o preço de aluguel de equipamento, tem o preço para subir usando aquela cadeirinha de esquiador e a comida, que é um pouco mais cara lá no alto.

Eu nunca fui rico e sempre quero economizar onde dá. Então eu escolhi uma estação que fosse alta, em que eu pudesse praticar algum esporte de neve e que não fosse tão cara. Mannlichen é 4x mais barata do que Jungfrau. E no dia seguinte, eu fui para o First, cujo preço é até inferior a Mannlichen.

O preço é proporcional à distância. Você pode ver no Mapa abaixo que os dois picos que eu citei são perto de Grindelwald. Já para ir até o Jungfrau eu tinha que subir até Kleine Scheidegg antes. Já quem fica em Lauterbrunnen e Murren tem acesso mais fácil ao Schilthorn e ao Lauberhorn.

jungfrauregion_sommer
Mapa da região Alpina de Berna. Origem: Site do Jungfrau.

_

Para se planejar bem, antes de escolher a sua base, sugiro dar uma olhada no site da região do Jungfrau. É possível verificar as tarifas  para subida, dependendo da sua origem. O que eu sugiro é: se for subir o Jungfrau, evite ficar em Interlaken. Você vai perder um tempo precioso, que é de 1 hora ou mais, de luz do dia. E vai ser mais caro. Infelizmente o site não está em português.

_

#123 – A subida

 Ok, para subir a Männlichen eu fui até a estação de gondola que tem escrito em letras garrafais MÄNNLICHENBAHN. Fica pertinho do meu hostel. Apesar de ser cedo, as 9h da manhã já tem uma fila de cerca de 20 minutos. A maioria das pessoas toda equipada para esquiar e snowboard. E eu, brasileiro, noob das neves, já me sentia um enorme felizardo somente pelo fato de estar lá. Quem passou uma infância pobre e limitada na Vila Gustavo de São Paulo estava visitando os Alpes. Claro, com muitas restrições orçamentárias. Mas ainda assim bateu aquela vontade de experimentar os esportes da neve.

Há várias lojas de locação de equipamentos e roupas e eu peguei uma jaqueta impermeável, o único item que me faltava. Por que se você escorregar na neve e tiver uma roupa que pode molhar, como lã e algodão, se prepare para sérios danos físicos causados pelo frio. A temperatura aqui é de -5º C para baixo. E tem vento. E tem neve caindo.  Também sugiro que você leve uma bota impermeável – é muito fácil enfiar o pé na neve e ela entrar no seu calçado.

Entrei na gondola, que tem espaço para colocar os esquis ou os shapes de snowboard do lado de fora. Cabem quatro pessoas. O teleférico começa a subir, e aquela paisagem fantástica se desenrola aos seus olhos pouco a pouco. Neve para todo e qualquer canto. Alguns bosques teimam no verde abaixo. Chego em Mannlichen. Tenho menos de um minuto para sair da gondola – ela nunca para, a não ser que haja algum acidente.

_

DSC_2126 (1024x576)
A estação de Mannlichen e as gondolas.

_

#124 – Enfim Mannlichen.

Toda a viagem valeu a pena neste momento. O que eu estava vendo parecia mágica.  Os Alpes são ainda mais belos do que contam as histórias e os filmes e as fotos. Que me perdoem os entusiastas do Rio, de Paris, Nova York. Eu gosto é de beleza natural. E as fotos abaixo são algumas das melhores que eu tirei. São a minha paixão.

_

DSC_2129 (1024x576)
Foto tirada com o celular. Parece pintura, mas não é.
DSC_2132 (1024x576)
Não pode faltar a Selfie Alpina
DSC_2127 (1024x576)
Também não é pintura, é a realidade amigo.
DSC_2138 (1024x576)
Essa é uma das minhas favoritas. A foto é uma parte muito pequena das lembranças. Os vales são incrivelmente bonitos.
DSC_2147 (768x1024)
Não pode faltar a foto narcisista.
DSC_2144 (1024x225)
Também não pode faltar uma panorâmica.
DSC_2155 (1024x576)
O povo se divertindo com os esquis nos Alpes.

_

  #125 – O Helicóptero.

Tava de boa nos Alpes, tirando uma cacetada de fotos. Um barulho de pás girando ao vento me chama a atenção. Uma figura metálica branca e vermelha pairando no ar. A menos de 100 metros de mim, pousa um helicóptero. Ele olha pra mim e eu pra ele.

_

DSC_2140 (1024x576)
Helicoptero em Mannlichen
DSC_2162 (576x1024)
É com você Comandante Sarli

Eu já tinha ouvido falar dos passeios de Helicóptero sobre os Alpes. Ele olha novamente para mim. E eu olho para um canto da minha mente, aquele do mão de vaca. Decido ver o preço. Não é barato. Mas também não é caro. Definitivamente é pelo menos 2 vezes mais barato que os passeios de helicópteros de São Paulo. Mas com um diferencial: são os Alpes. Escolho o passeio de 20 minutos que nos permite ver um dos picos irmãos do Jungfrau: o Eiger. Comigo, uma família inglesa feliz.

Coloco em prática uma das minhas regras de viagem: se tiver um passeio interessante que você nunca fez, e é razoável o preço, faça. Minha primeira viagem de helicóptero.

As fotos e vídeos a seguir são alguns dos meus tesouros particulares. Elas não ganharam nenhum prêmio ainda, mas no meu coração estão dentre as primeiras. Eu espero que você tanto quanto eu gostei.

DSC_2165 (1024x576)
O Pico do Eiger visto do Helicóptero
DSC_2170 (1024x576)
Mais do Helicóptero
DSC_2182 (1024x576)
Antes da viagem.

E não pode faltar o vídeo:

_

# 126 – Mais fotos

Passei as próximas horas tirando fotos. E não senti nenhuma fome. Pelo contrário, a novidade e o senso de realização eram tão grandes que eu nem lembrei de comer.

_

DSC03527
Mano da Vila Gustavo nos Alpes
DSC03486
Em Mannlichen
DSC03490
Mais uma panorâmica.
DSC03489
Vales e Bosques
DSC03491
O restaurante em Mannlichen
DSC03504
Uma de minhas fotos favoritas.

# 127 – Diversão no Sledge (trenó)

Feito número dois daquela tarde. Andar de trenó! Mais uma novidade na minha vida. Aluguel um capacete e um sledge nas redondezas de Mannlichen. Dica pro viajante: existem algumas redes de locação que tem lojas inclusive nos picos, e é permitido alugar em uma e devolver em outra da mesma rede. Simples assim: alugue lá em cima e devolve lá em baixo.

_

DSC_2185 (576x1024)
Mal sabia eu que era possível perder trocentas calorias no Sledge. Essa foto, claro, foi antes.

_

Andar de trenó é uma das coisas mais gostosas que eu já fiz. Não é simples como parece, mas é muito mais fácil do que andar de esqui. Basicamente você senta no trenó e deixa a gravidade fazer o resto. E conforme você vai contornando a pista (tem uma pista exclusiva de Sledge, dividida em níveis fácil e difícil), usa o peso do seu corpo para aumentar a velocidade, fazer curvas. Dizem que também dá para frear usando os pés, mas o método não é tão eficiente.

Existem alguns trechos em que você tem que levantar e carregar o trenó. Outros em que você vai sair da pista e praticamente mergulhar na neve fofa. Aí amigo, para sair, não é fácil. Eu cai mais de 30 vezes na neve fofa. E sair de lá demanda um pouco mais de energia. Não nos esqueçamos que o ar é mais rarefeito – menos oxigênio e o corpo tem que trabalhar mais. É fácil cansar nos Alpes, mas também é fácil se divertir.

Fiz o mesmo trecho de descida três vezes. Isso por que entre Grindelwald e Mannlichen tem duas paradas intermediárias. E se você compra o bilhete de ida e volta, pode subir e descer quantas vezes quiser no mesmo dia. Por isso a diversão e a zoeira tem que ser desmesuradas!

Eu senti que deveria parar quando descia em alta velocidade e uma criança, de pais obviamente descuidos, estava no meio da pista. Não teve jeito, ela deu uma cambalhota no ar e caiu. Por sorte, a neve é fofa, ela estava bem equipada e nada de mal lhe aconteceu, além do susto. Tive que aguentar os olhares dos pais dela, como se o errado fosse eu. Mas fiquei tranquilo de saber que ela estava bem.

_

#128 Para terminar o dia, cerveja

Tomei a cerveja típica da região. O nome – Jungfrau. Para quem gosta de cerveja de trigo, é uma boa escolha.

 

 DSC_2198 (576x1024)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.