Memórias do Velho Mundo – Berna

Vou falar a verdade. Eu não esperava muito de Berna. Achava que iria ser uma capital cheia de monumentos museus restaurantes, como as outras.  Talvez por isso a cidade me surpreendeu tanto de forma positiva. Afinal, você já ouviu falar de uma cidade em forma de ferradura? E uma cidade que tem dois andares? BERNA

 

Memórias do Velho Mundo – Berna

#137 – Primeiras impressões

Fui embora de Grindelwald com aquele gostinho de quero mais. Era o meu penúltimo dia de viagem e deu também aquela sensação de ressaca. Sabe quando começa o fantástico no Domingo e você se da conta que o fim de semana acabou? Pois é amigo! 

Mas Berna não ia me deixar ficar triste. Berna já começa surpreendendo! Saindo da estação central você já vê que tem bonde pra tudo quanto é lado, e eles passam nos pontos principais da cidade, mas de uma forma tão sutil e ordenada que parece que você sempre viveu lá. Berna tem um Q de uma pequena megalópole do interior e isso foi a primeira coisa que eu reparei – muita organização, muitas opções, mas ao mesmo tempo, poucas pessoas na rua, não era aquela correria para trabalhar e tinha muita gente de boa nos bares, relaxando. Isso ficou mais evidente perto do Parlamento Suíço, onde tem um parque chamado Kleine Schanze, bom para relaxar.

 

Berna Central Station
Estação central de Berna
DSC03700
Tram em Berna

_

#138 – Bern BackPackers Hostel

Fiquei no Bern BackPackers Hostel, o que você pode ver no mapa abaixo com uma estrela azul. Ele não fica longe da estação central – menos de 20 minutos a pé. Apesar de [dica] a reserva valer como transporte até o destino, seja você vindo do Aeroporto ou da estação de trem (Bahnhof), eu preferi ir a pé para já me ambientar.

Ponto negativo: não tem café da manhã. E por um preço de cerca de 41 CHF a diária (R$ 90,00 quando fui e cerca de R$ 140,00 hoje), é um baita drawback. Mas eu não tinha muitas opções de Hostel em virtude de ter feito a reserva com um pouco mais de um mês de antecedência.

De bom citar que eles tem setor de jogos, mesa de bilhar, cozinha, TV, e outros itens que facilitam a socialização. O Hostel tinha mais de 30 hóspedes. Interessante também que eles vendem itens e lembranças como imãs de geladeira, chocolates e canivetes – o que aliás é praxe dos hostels suíços. Mas não se engane – a cidade está cheia de lojinhas que vendem itens assim, e se você quiser, eu te indico uma relativamente perto da Igreja Nydegg.

_

#139 – Um pouco que você precisa saber sobre Berna

Berna é a capital da Suíça e por isso o parlamento fica lá. Berna é uma cidade (a parte antiga, onde você provavelmente vai ficar) na forma de uma ferradura e isso dá um charme único. Isso porque o centro é volteado pelo Rio Aare, como você pode ver pela foto abaixo e pelo no tópico seguinte.

DSC03684
Rio Aare circundando o centro de Berna.

_

Berna foi construída em uma colina e por isso tem “dois” ou mais andares. Existem alguns setores que tem inclusive elevador para a parte de baixo, mais próxima do Rio.

Mais: Em Berna, se fala alemão.

Mais: a parte antiga da cidade tem muito da sua estrutura antiga, que inclusive é um patrimônio cultural mundial pela UNESCO. Uma das coisas que mais me deixou intrigado é a existência de sótãos nas ruas do centro, isto é, uma porta para um cômodo abaixo de outras coisas. Muitos destes sótãos são lojas ou casas independentes da principal.

DSC03697
Sótão nas ruas de Berna.

_

Ursos: O animal oficial de Berna são ursos. Quem andar pela rua principal verá diversas estátuas representando os bichos. E no fim da rua principal, há um parque exclusivo para estes bichos.

 

#140 – O que fazer em Berna – Dicas básicas e mapa

_

Berna tem bastante atividades interessante, e as que eu coloquei aqui são somente algumas delas. Se você vem aqui só para turistas, eu imagino que dois dias sejam o suficiente para conhecer os principais pontos turísticos. Para isso, o Tripadvisor te dá alguns fundamentos do que fazer. Eu pessoalmente sugiro que você fique três a quatro dias se quiser conhecer as coisas com mais calma, até porque Berna é uma belíssima cidade e vai te proporcionar lindas fotos.

Então, não deixe de visitar: o Parlamento (Bundeshaus), o Parque dos Ursos (Bärenpark), A rua principal no centro, com as estátuas dos ursos, o museu do Einstein, a Igreja de Münster, o Zytlglogge (relógio na parte central), o bairro de Matte e o Jardim Botânico.

# 141 A rua central e o relógio.

Saindo da estação central você acesso a um calçadão e diretamente a rua central da cidade, que começa como Spitalgasse, depois muda para Martkgasse, e depois do relógio, Kramgasse e Gerechtigkeitgasse. Perto da Igreja Nydegg, o nome muda para Nydegasse e aí encerra em uma ponte na qual você atravessa e chega ao parque dos ursos. Toda essa região é o Altstadt, ou centro velho, como nós costumamos chamar.

O que tem de interessante lá? As fontes/estátuas do ursos ornando o lugar, o relógio Zytlogge, e no caminho, o museu do Einstein. Infelizmente este último não estava aberto no dia em que eu estava em Berna. Ah! E no andar de baixo é um café.

Berna
Uma das fontes da rua principal, com o relógio ao fundo

 

DSC03645
Motonetas são filhas das motofilhas
Zytglogge
A torre do relógio: Zytglogge. O relógio astrônomico remonta ao século XV e a torre ao século XIV
Zytglogge
Detalhe do relógio astronômico. E com ursos ao lado. Infelizmente os fios dos bondes atrapalham.

_

#142 – Bundeshaus – O parlamento e Bundesplatz

É o prédio oficial do Governo Suíço. É incrível que para um país tão rico como a Suíça, haja um prédio que se não podemos dizer simples, é modesto, quando comparado ao PIB per capita. Não estou falando que o lugar é feio – justamente o contrário – o edifício é muito bonito e a praça em frente também. A impressão que me passou é que eu estava em um prédio governamental de uma cidadezinha. E isso foi o que me deixou mais intrigado. Berna tem cerca de 160.000 habitantes e é a sede do governo de um país riquíssimo, onde foram fundada Nestlé, Rolex e muitas outras.

Bundeshaus
O “modesto” edifício governamental da Suíça. Quando fui, havia um rinque de patinação instalado em frente.

 

Bundeshaus
Close no logotipo do governo Suíço.

 

DSC03794
Vista lateral do Parlamento

_

# 143 As Igrejas de Münster e Nydegg e a praça de Münster

A Catedral de Münster é um dos cartões postais de Berna e fica no centro da cidade. A construção gótica remonta ao século XV (1492), mas foi atualizada e reformada por diversas eras após. A torre, que você vê com mais detalhes na foto, foi completada no fim do Século XIX. Foi escolhida como Patrimônio Cultural da Humanidade. É possível subir na torre e marcar tours guiados.

Munster Cathedral
Catedral de Münster

Existe uma praça – Münsterplatz na parte de trás da Catedral e eu o recomendo imensamente se você quiser parar um pouco e dar um pause na viagem. A vista do rio Aare é magnífica:

Praça da catedral de Münster
Praça da catedral de Münster
DSC03653
Promontório da Praça de Münster

DSC03655

DSC03663

A igreja de Nydegg fica ao “fim” da cidade, próxima à ponte que atravessa o Rio Aare. Detalhe interessante: A construção era um castelo no fim da idade média, mas com a queda do príncipe, a população tomou o lugar e lá ergueu esta igreja.

DSC03672
A igreja de Nydegg

_

# 144 – O Parque dos Ursos

O Parque dos Ursos – BärenPark, fica no final da península de Berna, ou seja, seguindo a rua principal e logo após a ponte, olhando a sua direito, já é possível ver a estátua de um ursinho.

Se eu não me engano, o Parque tem quatro ursos, todos com espaços individuais e um coletivo. Com certeza eles vivem em muito mais metros quadrados do que você e eu juntos. Só não sei se a vida deles é feliz. Certo é que eu já deveria saber e esqueci que os ursos em geral hibernam no inverno, e eu estava em plena estação fria. Por isso o máximo que eu pude ver foram os bichos dormindo, através das câmeras instaladas na toca de cada um.

Parque dos Ursos
Entrada do Parque dos Ursos

Mas você, meu caro leitor, se cair no mesmo equívoco que eu ou não, ainda assim pode aproveitar a caminhada até a região do Parque. Lá existem lugares propícios para observar a cidade de Berna com um belo ângulo. E aqui eu os presenteio com algumas das fotos que eu tirei:

Berna
Vista de Berna através do Parque dos Ursos
Berna
Mais Berna

_

#145 – Última refeição na cidade. Pausa para te deixar com água na boca

Exatamente como em Genebra, eu achei um Migros Restaurant. É um lugar que serve comida por quilo e faz parte de uma das redes de supermercados. Uma variedade enorme de pratos, e o preço, cerca de 23 CHF por kg.

Já era o último dia de minha viagem e a última hora também. Em breve eu teria que ir para Zurique e voltar para São Paulo. Mas ainda dava tempo de mais um passeio: o Jardim Botânico.

 

Migros Restaurant
Um setor com mais 20 doces diferentes no Migros Restaurant
DSC03703
Setor de doces do Migros Restaurant
Migros Restaurant
Já viu um restaurante com uma mesa só de canapés?
Migros Restaurant
E um setor só de pizzas?

_

# 146 – O Jardim Botânico de Berna.

O lugar é meio fora de mão e já não é tão perto do centro de Berna. Mas se você tiver um pouco de paciência, dá para chegar lá em menos de meia hora a pé. É um parque com mais de 1.000 espécies de vegetais e algumas estufas. Mais um lugar para relaxar e ficar de boa. Como eu já tinha algum tempo, fiquei lá pensando na vida. Eu queria era esquecer que dentro de algumas horas já voltaria. E o jardim me ajudou bastante.

Dica: Lá também é possível tirar ótimas fotos de Berna.

DSC_2327 (1024x576)
Vista de Berna pelo Jardim Botânico

 

Berna Jardim Botânico
Jardim Botânico de Berna
Berna Jardim Botânico
Berna – Jardim Botânico
Berna Jardim Botânico
Close num espécime do Jardim Botânico de Berna
Berna Jardim Botânico
Lagoa no Jardim Botânico
Berna Jardim Botânico
Pimenta no Jardim Botânico
Berna Jardim Botânico
Cacto no Jardim Botânico

_

# 147 – Fim da viagem e saudades adiantadas de Berna.

Nem bem eu deixava a cidade eu já fiquei com saudades. Berna (assim como Grindelwald) entraram no meu top 5 de cidades mais bonitas e aprazíveis. Eu ainda vou fazer um post sobre isso, mas já adianto que são: San Diego (EUA), Kyoto (Japão), Grindelwald e Berna (Suíça) e Morro de São Paulo (Bahia).

DSC03791
Panorâmica de Berna.
Berna
MAIS BERNA.

A minha viagem chegaria ao fim em Zurique, mas no aeroporto. Não dava tempo de visitar a cidade. E com isso as últimas impressões das minhas memórias do velho mundo foi de Berna mesmo. Foi uma viagem incrível, onde eu me curei de uma tristeza que abarcava meu coração. Fiz ótimos amigos e fortaleci a amizade com outros. E conheci a cidade para aonde eu me mudaria alguns meses depois.

E com isso acabam a minha série de posts sobre a Europa. Eu ainda vou fazer mais um, com um apanhado básico do que eu fiz, as fotos que eu mais gostei e os dados de minha viagem. Eu espero que você tenha gostado! Até mais! Próxima parada: Genebra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.