Existe vida além de Paris, Londres, Nova York e Orlando

Vira e mexe aparece alguém que pergunta de dicas para Paris aqui, Londres acolá, Orlando, Orlando, Orlando, mas muito Orlando, e um pouco mais de Orlando, Miami e Nova York. Acho ótimo: Vá viajar! Mas que tal ir um pouco além do óbvio!?

_

Existe vida além de Paris, Londres, Nova York e Orlando

Uma amiga minha falou: nossa, to querendo muito viajar!! E eu todo feliz perguntei pra ela, já imaginando algum lugar mágico e da hora como as ilhas Maldivas, já que ela é um tanto reconhecidamente abastada: pra onde? E ela me falou: Orlando! Adoro ir lá! 

A questão é que essa minha amiga já viajou outras cinco vezes – para Orlando. E foram todas estas as viagens para o exterior que ela fez. Eu até entendo a fixação por alguma cidade ou algum lugar (eu por exemplo voltaria para Kyoto trocentas vezes), mas por que não visitar outros lugares? Foi o que eu a perguntei. A minha amiga deu de ombros e falou: ah, eu não gosto dos outros lugares [que detalhe, ela não conhece], e lá eu já sei me virar. Então pra que mudar?

_

Fiz essa pequena introdução para falar de um assunto polêmico [já estou preparando o guarda-chuva para os tomates e ovos que podem me atirar] – o fato de que muita gente só quer viajar para os destinos óbvios e deixa muitas outras maravilhas de lado.

Eu fiz uma pesquisa durante vários dias [eu lido com o blog como se fosse um trabalho] a respeito de quais os destinos mais procurados pelos Brasileiros quando visitam o exterior, e encontrei uma lista com 20 cidades em quase todos os sites.

_

Alguns destes destinos eu resolvi destacar, e fiz uma pesquisa meio impessoal com conhecidos. Nove chamaram a atenção por que eles sempre aparecem muito mais do que os outros:

_

Paris, Roma, Orlando, Buenos Aires, Londres, Estados Unidos (em geral), Miami, Amsterdam e Nova York. 

_

[abro o guarda-chuva] E se você reparar bem, juntando as iniciais, qual a palavra que forma?

probleman

_

PROBLEMAN – Paris, Roma, Orlando, Buenos Aires, Londres e outras. Por que o Brasileiro não vai além do óbvio.

Sei que muita gente só vai ler o título. E estes podem dizer: Mas esse cara é louco! Desde quando viajar para Paris é um problema? E muita gente vai dizer: mas eu sou brasileiro e já fui para outros lugares, você tá falando besteira!

Calma, calma, calma!!! Não é nada disso que eu estou falando. Vamos às ressalvas primeiro: Viajar para esses lugares nunca é um problema! Ok, se você só visitar uma ou poucas dessas cidades – sempre, é um problema sim. Pra você. Por que não sabe o que está perdendo.

_

Probleman. A segunda coisa que eu devo ressaltar é que eu dei uma mega forçada de barra no anagrama – os Estados Unidos é um país, mas não uma cidade. Mas vira e mexe, as pessoas falam que querem ir para lá. É perceptível. Pouca gente fala: vou pra França, vou para a Inglaterra, vou para a Itália. Eles falam: Paris, Londres e Roma. Agora no nosso grande irmão norte-americano é costume falar: “vou para os states” – mas aí as pessoas costumam restringir essa ida a poucas cidades como Orlando, Miami, NY, Los Angeles.

Outra coisa que eu tenho que ressaltar que é muito melhor você imaginar o Silvio Santos falando Problema – e só aí o anagrama forçado vai fazer sentido (tudo o que ele fala termina com n):

_

silvio
Silvio Santos Mochileiro? – Foto: Thinkstock / Montagem minha

_

Um fato notório – cidades com tino turístico.

DSC_1863 (1024x576)
Por do Sol em Paris

_

Não dá para negar – o brasileiro viaja para estas cidades justamente por que são ótimos lugares para receber turistas. Os brazucas tem uma identificação muito grande com estas cidades também por que tem muitos conterrâneos nossos lá e há muitos pacotes super organizados. E mais importante – a mídia sempre bombardeia quase sempre as imagens e informações destes lugares, a ponto de que nós nos sentimos tão próximos que parece que já fomos.

Se alguém te fala que vai para Londres, você imagina uma série de coisa – já conhece um pouco da cidade. Já viu a Guarda Real, as pontes, talvez o olho, e o big ben, além do telefone. Mas se a mesma pessoa fala que vai passar uma temporada em Chiang Mai na Tailândia, é capaz que seja recebida com uma grande cara de interrogação.

_

E as vezes também o turista incorre no erro de …

Só visitar os mesmos lugares dentro destas mesmas cidades. Tudo bem se o seu objetivo for a Orlando só para ir nos parques – você vai se divertir a valer por que tem muitas coisas lá. Mas ir a Nova York e só fazer os mesmos passeios é a mesma coisa que não conhecer a cidade. Tem gente que vai na cidade e só fica no mesmo café, no mesmo bairro e nos mesmos restaurantes. E nos Shoppings.

Ou então, é bem capaz que qualquer de nós visitemos estas cidades e só façamos passeios e comamos em lugares tipicamente turísticos, deixando de conhecer as coisas e atrações mais “secretas” – aquilo que os gringos chamam de “off of the beaten path”.

_

Além do óbvio

Templo Phra Singh em Chiang Mai, na Tailândia
Templo Phra Singh em Chiang Mai, na Tailândia. Por Panupong Roopyai – Own work. Licensed under CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Phra-Singh_Temple_Chiang_Mai..jpg#/media/File:Phra-Singh_Temple_Chiang_Mai..jpg

_

Longe de querer forçar alguém a visitar lugares diferentes. Afinal, cada um com seus problemans. Mas eu tenho pra mim que o tempo é valioso demais para fazer as mesmas coisas sempre. Ainda mais para quem tem o orçamento limitado.

Pois é, sou do tipo que gosta da descoberta – de conhecer lugares novos. Isso não me impede de querer visitar os que eu já estou ambientado. Tem coisas que a gente só se dá conta e só aproveita da segunda ou terceira vez. Acontece de, não poucas vezes, querermos ver tudo de uma vez só e acabamos não vendo realmente nada. Uma revisita com calma pode sanar isso. Mas dez revisitas, deixando outros lugares de lado – se você quer, tudo bem, mas pra mim, é um probleman.

Então, vamos para Chiang Mai? Está no topo da minha lista!

_

Europa é Moda, Sulamérica e Ásia são foda.

somewhere_in_the_maldives-t2
Falei das Maldivas e não podia deixar de fora a foto né? Foto: Wallpaperswide.com

_

Talvez nunca esse ditado esteja tão verdadeiro quanto hoje, diante de um cenário em que o real está valendo muito menos que há cinco anos atrás. E as moedas dos paises mais ricos ficaram muito mais caras para gente, a ponto de impedir muita gente de querer viajar, adiando ou cancelando as passagens.

Em 2012 fui para a Califórnia com o dólar a R$ 1,70 e já achei caríssimo. Hoje acaba de bater R$ 3,42.

A frase é de efeito e guarda um pouco de verdade. Viajar para a Europa ainda está na moda, mas o que os brasileiros mais assíduos tem mais gostado é conhecer a América do Sul e a Ásia, que para começar são muito mais baratos e muito menos turísticos. 

_

Em conclusão…

salar_de_uyuni_hd_nature_fields_hd-wallpaper-1808059
Salar de Uyuni . Foto: HDwallpapers.cat

_

Não me leve a mal. Eu não quis dizer que visitar essas cidades é um problema =). Eu até acho que todas elas são must visit. Alguma vez na vida você tem que ir para Roma, por exemplo. Não é muito a minha praia lugares muito turísticos, mas não é por isso que eu vou deixar de ir. Mas prefiro um Salar de Uyuni do que passar o dia fazendo compras na Champs Elysées. Isso, claro, é o meu probleman.

Salar de Uyuni – está no topo da minha lista também.

_

2 thoughts on “Existe vida além de Paris, Londres, Nova York e Orlando

  1. Muito bom o texto, fica uma ideia guardada do que pensa hoje , de tudo que gira a nossa volta.
    Hoje eu adoro percorrer a Champs Elysées, somente para apreciar, adoro o frescor do passeio ao Sena.
    Gosto também de lugares medievais, meu filho me levou.
    Quando chegar lá de um abraço a ele e Amalia.
    Boa sorte ée o que te desejo de coração, te cuide sempre.
    Deus é nosso guia.
    Tia Graça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.