Criados para realizar os sonhos dos outros?

Esse não é um manifesto pelo fim das relações trabalhistas e nem um incentivo à que as pessoas metam o pé na jaca sem pensar. Mas é um convite explícito a que você pense: será que você foi mesmo criado para realizar somente os sonhos dos outros?

Criados para realizar os sonhos dos outros?

dreams

Tem um ditado que corre fácil na internet há algum tempo:

Se você não constrói o seu sonho, alguém vai te contratar para construir o deles. 

Eu nunca o senti tão verdadeiro como agora. De repente eu me toco que eu sempre tive vários sonhos, e alguns deles eu inclusive realizei. E ao mesmo tempo eu percebi que eu dediquei muito mais tempo para realizar o sonho dos outros do que os meus mesmos. E quer saber? Eu aposto que você também.

É lógico que todo o meu ganha-pão foi primeiro para sobrevivência, e o que sobrava eu investia em mim. Mas isso não me impedia de perseguir os meus sonhos grandes. E de certa forma eu acredito que podia tê-lo feito muito antes.

Durante muito tempo eu fui estagiário. Quase cinco longos anos da minha vida. E todo mundo sabe que o estágio é utilizado também para flexibilizar regras trabalhistas – muitas vezes as empresas os contratam (estagiários) para fazer o mesmo trabalho dos profissionais, ganhando bem menos.

Quem trabalha no ramo do Direito sabe que isso é elevado a enésima potência. Eu e vários amigos meus tínhamos atribuições muito superiores ao nosso humilde cargo de estagiário, sob a promessa de que seríamos, quiçá, se nos esforçássemos muito (tipo, trocar o presente pelo futuro), entraríamos como advogado júnior, que nada mais é do que um estagiário “pleno”. Continua ganhando mal, mas pelo menos tem (ou deveria ter) benefícios trabalhistas.

Lembro que nos escritórios em que eu trabalhava, eu ganhava cerca de R$ 800 a 1.200,00 em média. Arredondando pra cima: 100 reais por hora. E na hora de cobrar pela minha hora do cliente, o escritório cobrava R$ 150,00 ou até mais. Será? Que nada! Sinto que não era incomum que colocassem aquela hora minha trabalhada como se fosse do advogado (R$ 300 ou mais), e assim ele ganharia em cima do meu trabalho.

Pois é. Eu estava ajudando a realizar o sonho dos advogados para quem trabalhava.

cow-dream

Mais importante. Eu me achava muito novo para realizar os meus próprios sonhos. Nada mais idiota do que este pensamento. Hoje eu olho para trás, e embora sabendo que eu tenho uma cabeça bem diferente e mais madura, sei que antes eu poderia ter sido mais ousado.

Com isso eu me toquei de diversas coisas:

  • Nós nunca somos muito novos ou muito velhos para correr atrás do que nós queremos. Quantos gente nova tá começando agora e tá explodindo em coisas que você se achava muito bom? Enquanto isso, você guardou seus sonhos onde?
  • Quem disse que você tem que pastar para conseguir ir atrás dos seus sonhos? Isso é coisa de gente invejosa e recalcada. Uma coisa é experiência. Outra coisa é alguém achar que você tem que sofrer os mesmos perrengues que ele/ela para chegar no patamar. Normalmente essa pessoa esquece que ela fez escolhas que importaram nestes perrengues ou não.
  • Existem sonhos trabalhosos, mas cada pessoa tem o seu caminho. Se alguém levou 15 anos para realizar, e você acreditar que precisa desse tempo, é capaz de chegar alguém mais novo que você, sem se importar com esta “regra” besta, e conseguir. Até o Mike Tyson ser campeão Mundial de Boxe com 20 anos, muita gente acreditava que era preciso passar dos 25 para ganhar o cinturão.
  • Muitas pessoas estão interessadas em ver você fracassar, para legitimar o fracasso delas  (“viu, é difícil”) ou para tornar o sonho que elas já alcançaram mais valioso (“quem disse que era fácil?”). Mas você não tem nada a ver com elas.
  • Sonhos quase sempre envolvem uma boa quantidade de dinheiro. Tempo = dinheiro. Invista bem o seu tempo, especialmente as horas livres.
  • Não espera você deixar de ter saúde para cuidar do veículo que te ajuda a realizar sonhos.
  • Se você seguir pessoas com sonhos semelhantes é mais fácil você realizar o seu. Corta grama melhor quem já viu antes.
  • Esqueça todas as superstições. Não vai ser o horóscopo que vai te dizer o que você vai fazer ou não, e nem aquele vidro quebrado. Se eu tivesse dado ouvidos aos horóscopos, seria um canceriano cabeleireiro ao invés de Bacharel em Direito e Escritor.
  • O seu tempo vale muito mais para você do que o que os outros podem te pagar. Mas o seu tempo vale para os outros não ter que usar o tempo deles, e isso para eles vale muito.
  • A vida não tem manual. Corra atrás de informações e privilegie os seus talentos.
  • Se você encarar alguma coisa como difícil ela vai se tornar difícil
  • Aonde foi mesmo que você guardou seu sonhos?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.