Morar no exterior não é tão chique quanto você pensa.

Quando eu era adolescente achava que qualquer pessoa que morasse fora do Brasil entrava automaticamente no rol das pessoas chiques. Há tempos essa imagem se desfez. Mas agora que eu estou no exterior, a discussão voltou a tona na minha vida, desta vez comigo. Eu moro na Suíça, sou estudante lascado sem grana, como miojo quase sempre e só faço as coisas a pé para economizar, não tenho grana para ficar saindo, mas vira e mexe, quando falo que estou aqui, eu ouço: “nossa mas como você é chique!”

Morar no exterior não é tão chique quanto você pensa.

 

Curta a página do blog no facebook: www.facebook.com/revoando

ramen-noodles-college-students2

Vou falar de mim mas o isto também serve para muita gente que eu conheço que mora aqui ou em Paris, Roma, Londres, ou outra cidade europeia. O Brasileiro, quando vai para o exterior, dificilmente chega em alguma posição confortável. Se antes no Brasil a gente tem que matar um leão por dia, aqui na Europa ou em outros lugares do mundo a gente tem que continuar matando outro leão, mas ele fala francês e come chucrute.

Em outras palavras, a nossa vida não é mais fácil aqui, e as vezes é até mais difícil. Mas o esforço quase sempre vale muito a pena.

Sou estudante e tenho dinheiro contado, não tenho bolsa e vou precisar trabalhar assim que o meu visto me permitir. Eu evito as vezes até sair de casa para não gastar. Comprei um saco de macarrão, um saco de arroz e vivo bem com isso – se eu fosse em restaurantes despenderia 10x mais. Se eu tenho que ir ao centro da cidade e eu posso fazê-lo a pé, eu o farei, assim como já andei 2h30 até outra cidade para não gastar com condução.

Mesmo assim, se eu ficar quieto sobre as agruras de ser um estudante brasileiro com poucas dilmas no bolso, isto é, se eu só dizer – eu moro em Genebra! A primeira coisa que vão dizer, como já disseram: “nossa como você é chique!”.

Em seguida a pessoa já vai me imaginar morando num chalé nos alpes, comendo chocolate e fondue todo dia e ordenhando a minha vaca de estimação enquanto eu desço a montanha de esqui para ir ao banco. Na verdade eu até poderia fazer isso e seria engraçado e muito caro. Talvez se eu ficar aqui e conseguir uma grana vou tirar uma foto assim. Mas não, não é o que acontece hoje.

Comer macarrão instantâneo, chegar suado na repartição pública, evitar gastos desnecessários quase sempre e deixar de comprar roupas por que é caro, definitivamente não é chique.

aDwL6VK_700b

A Suíça e a França, especialmente, são os países considerados mais “chiques”. Aqui ninguém é imaginado trabalhando, e só visitando o país. Na realidade, trabalha-se muito!!

O Brasileiro, eu já disse, acha que só rico pode viajar, então é natural imaginar que só um rico pode morar fora, e os ricos costumam realmente ostentar – fotos com iates, fondues e restaurantes caros todos os dias.

O Brasileiro em geral também gosta de compartilhar a sua experiência. E é claro que ele prefere compartilhar a sua experiência boa. Como visitar o lago Genebra. E aí eu coloquei a foto e logo já veio “que chique, você hein”. Mas se a gente parar para pensar e se eu já mostrar as fotos dos meus amigos no instagram para um Suíço, como eu já mostrei, eles vão achar que os brasileiros são cheios da grana. Que são chiques. Por que as fotos estão cheias de gente na praia, comendo em restaurantes legais, tomando uma cerveja.

Quase ninguém vai botar uma foto no instagram fazendo o miojo do almoço, ou esperando 2h na repartição pública ou pagando aquela conta enorme de hospital. Seja no Brasil, seja no mundo. E assim é fácil colocar uma moldura enorme, que quer dizer: “chique” em torno de morar no exterior. Quando a realidade é muito diversa.

DSC_0039

Não é por que vivemos fora que deixamos de pastar. Um colega meu passou 24h em uma fila para conseguir um documento de legalização. Um outro amigo meu já teve mais de 15 trabalhos diferentes para se virar aqui. Tem brasileiro vendendo acarajé na internet para pagar as contas de casa. E ainda assim, muita gente acha que nós expats estamos no bem bom!

Eu falo por mim: não estou surfando nas melhores ondas do mundo. Estou com muitas restrições aqui. O grande diferencial da Europa e dos países desenvolvidos, como diz um primo meu, é que o básico funciona muito bem. A infraestrutura é mais dinâmica. Mas a infraestrutura não quer dizer um iate na Costa Amalfitana.

Não é por que se mora fora que se é chique.

34 thoughts on “Morar no exterior não é tão chique quanto você pensa.

  1. Sempre engraçado escutar, esse “como vocÊ é chique”, quando digo que ainda estou morando em Portugal. Mas eles nem imaginam, que gasto 4hrs com deslocamento de trabalho a casa todos os dias 😀
    A diferença que estamos gastando esse tempo aqui fora, e podemos desfrutar de outras maravilhas. Como andar pela rua de madrugada no retorno do trabalho sem o constante medo de sermos assaltados, enquanto enviamos sms.

    😀

    1. SÓ ESSA SENSAÇÃO DE SEGURANÇA, JÁ VALE TODO O TRANSTORNO Q SE PODE TER…E O FATO DOS POLÍTICOS ROUBAREM MENOS , TAMBÉM AJUDA MTOOOOO !!! MORO EM LISBOA A 27 ANOS E NÃO PENSO EM VOLTAR AO BRASIL…ABRAÇOOOOOOO

      1. E em Portugal os políticos roubam menos? Moro em Portugal também e diariamente se vê notícias de corrupção na terrinha. Olha o caso do José Sócrates e os vistos gold? Caso BES?
        Brasileiro gosta de se achar inferior… nunca vi igual.

        1. Boa Breno!!! Nós brasileiros temos que valorizar mais nosso país. Não se discute que aqui em Portugal temos mais segurança, mas dai a ocultarmos e venerarmos o país ao ponto de negarmos os defeitos dele, é um “pouco” demais. Não é à toa que nós brasileiros somos desvalorizados e ainda discriminados na Europa, inclusive em Portugal,… nos DIMINUIMOS…por acaso deixamos de ser brasileiros estando na Europa, ou tendo uma outra nacionalidade adquirida??? PENSE ANTES DE NOS RIDICULARIZAR NO MUNDO…ESTARÁ FALANDO DE VOCÊ MESMO!!!

      2. justamente… qualquer lugar é melhor que o Brasil só pelo fato dos serviços públicos FUNCIONAREM com o mínimo de dignidade

    2. Olá G.C.
      Isto que vc referiu é uma coisa que não tem preço. A liberdade de ir e vir. Poder sair nas ruas, com uma relativa segurança, claro. Em qualquer lugar onde vivem humanos, existe a possibilidade de violência, mas, em alguns muito menos, outros como o brasel, muito mais. Sem contar a falta de respeito, seriedade e cidadania. Coisas que há muito tempo, estão esquecidas aqui. Tenho 65 e estou estudando com calma, a possibilidade de ir morar em Algarve. Sou aposentado mas, sou fotógrafo profissional e pescador submarino. Sou sozinho. Escolhi Algarve, por motivos óbvios e pensando em algo distante do centro da cidade. O que me diz? Dizem que Portugal também está passando por maus momentos com muitas pessoas desempregadas sem teto e coisas assim, mas imagino que seja muito longe do que acontece aqui. Agradeço suas informações e sucesso na sua vida em Pt.

      1. Olá Mike,
        O que posso lhe informar sobre Portugal, esqueça a proporção que tudo é levado no Brasil. Aqui é menor que cidades no nosso país.

        E com relação ao desemprego, aqui existe claro, mas só estão aqueles que não possuem documentos necessários para trabalho. Pois vejo bastante oferta de trabalho nos mais diversos serviços.
        Se já possui toda essa experiência e se souber estudar o terreno que deseja seguir, podendo arcar com estes meses de estudo do ambiente, não tem porque ter medo nessa mudança. Agora é como disse, se o fizer, faça tudo por meios legais. Porque é assim que aqui funciona, o jeitinho brasileiro nem sempre é bem visto.

        Obrigado e boa sorte com suas escolhas.

  2. Muito bom…estou rindo muito,porque é exatamente isto que acontece com a maioria.Vivo na Espanha com minha família e poder ficar no parque até tarde da noite com os meus filhos,sem me preocupar se vai aparecer um bandido,ñ tem preco!😉

    1. A ISSO CHAMA-SE QUALIDADE DE VIDA…E CONCORDO, NÃO TEM PREÇO ESSA SENSAÇÃOOOOO….ABRAÇOOOOO

  3. Bom dia!
    Que texto bom, eim? Pois é, muita coisa que você escreveu eu vivi. Realmente não é fácil morar no exterior. Precisamos fazer com que os brasileiros entendam isso. O que nos faz falta lá no Brasil é infraestrutura cotidiana de qualidade, segurança e honestidade! Nos falta honestidade de modo geral até na hora de passar R$0,01 de troco. Vou divulgar seu texto. Abraço.

  4. Isso realmente acontece muito, eu moro nos USA por 7 anos e as pessoas que me conhecem no Brazil sempre falam nossa mas vc ja deve estar rica morando ou voce e mt chique, lmao.Chega ser mt engracado por so eu sei as coisas que ja passei aqui, discriminacao,preconceito, sem dinheiro, despejada, sem documento…..agora estamos progressando mas sempre step by step…nao julgue os brasileiros do exterior se vc nao os conhece e ate mesmo se vc conhece…de mais amor e atrncao ao seu proximo.

  5. Eu também sou “chique” como você, pois há 3 meses estou morando na França…
    Já vim com o mesmo trabalho que fazia no Brasil entao a situação é um pouco mais confortável.
    Admiro sua força, persistência e tenho certeza que a maior riqueza disso tudo será a pessoa que você será 🙂
    Sucesso pra vc!
    Também tenho um blog… se tiver curiosidade entra lá
    http://www.ummundoparacompartilhar.blogspot.fr/

  6. BRASILEIRO É UM CARA QUE REALMENTE NÃO SABE O QUE QUER, SE ESTA NO BRASIL A SER ROUBADO A TORTA E A DIREITA, TANTO POR POLÍTICO, COMO NO SEU DIA A DIA POR MARGINAIS, RECLAMA….SE CONSEGUIU O QUE A MAIORIA DOS BRASILEIROS TALVEZ NUNCA CONSIGA, VIR PARA UM PAÍS DO PRIMEIRO MUNDO DESFRUTAR E VIVENCIAR EXPERIENCIAS ÚNICAS,TAMBÉM NÃO ESTA BOM…PS: UM PREÇO TEM Q SER PAGO PELAS ESCOLHAS QUE FAZEMOS E TEMOS Q DEIXAR DE TANTO MI MI MI E SEGUIR C A VIDA QUE ESCOLHEMOS…PENSANDO QUE SE A NOSSA VIDA NÃO ESTA BOA O SUFICIENTE P NÓS, A PESSOAS A VIVEREM NA MERDA MESMOOOOOO !!!! ENQUANTO NOS QUEIXAMOS DO MACARRÃO INSTANTÂNEO…..claudio ps: moro em Lisboa a 27 anos…escolha minha….

    1. Cara, vc é muito chato. O rapaz escreve um texto super divertido e vc vem aqui com um monte de blá blá blá? Brasileiro isso, brasileiro aquilo, deixa desse lance de esteriótipo, cara. Concordo com vc nesse lance de inconformismo em demasia, mas não acho o comentário pertinente, não no contexto. Abraço

    2. Vc tem razao , quando diz que brasileiro esta sempre reclamando . Ora estudantes sempre passam por dificuldades em qualquer lugar , é a vida . É “chique ” sim …poder estudar fora . Conheço muitos estudantes da universidade de Lausanne que trabalham no MacDonald’s , e sao suíços . Entao ?

    3. Em nenhum momento ele fez comparacao dizebdo que é melhir morar no Bradil ou Europa, o texto dele é sobre a ilusao de achar que quem mora na Europa é rico, vejo muitos brasileiros que na Akemanha, p. ex., nao tem dinheiro para ir a bons restaurantes ou compra comida de pessima qualidade no supermercado porque tem que economizar. Foi esse o sentido do texto.

  7. Moro na Suíça a 20 anos, em Zurique, é muito dificil viver fora, mas com nosso jeitinho brasileiro e procurando sempre se informar de tudo, aprendemos a viver bem, mesmo com pouca grana. Mas o absurdo p mim são as pessoas, muitas vezes morarem em lugares horríveis, entre outras coisas, e chegam no nosso país menospresando tudo e todos. E sobre violência, existe e muito, basta vermos os jornais, já presenciei na rua mais chique de Zurique um roubo com agreções, pessoas conhecidas já foram roubadas, outras violentadas, hoje em dia ñ estamos mais seguros 100% em nenhum lugar.

  8. Olha amigo eu já vivir isso Q vc está passando , tbm já morrei por três anos en Genebra , e a experiência boa foi ter conhecido outras culturas , outras línguas , e nada de luxo já cheguei a dividir um msm quarto bom seis pessoas , e outras experiências mas vlw boa sorte mon ami !

  9. Muito dificil viver no exterior. Porem meus sobrinhos estudam na mesma escola que os filhos dos seus patroes. E os patroes sao advogados medicos.politicos donos de lojas et

    Quando fui levar meu sobrinho na creche pela primeira vez custei acteditar que a creche era pulblica. Que estrutura! E na mesma estavam os filhos do meu vizinho que é medico.

    Acho isto incrivel.quando penso que no Brasil as estruras pulblicas .sao de tao baixa qualidae.

    Quando o Brasil é bem mais rico que a Suiça

    Parabens rapaz pelo seu depoimento .tenho certeza que muitos no Brasil que vivem com abundancia .talvez n terao a mesma chance de trabalho que voce.tera.coragem.

  10. Adorei o tom d humor do seu texto. Morei na Irlanda por 7 anos e agora to na França. Concordo quando vc diz q passamos o maior perrengue num país q não é o nosso mas isso poder ser só no começo. Não sei se eu tive sorte e os brasileiros q eu conheci em Dublin tb, pq eu tinha um bom emprego e o q eu ganhava eu pagava minha universidade e viajava muito. Tb acho q depende do país, se o custo de vida é alto, essas coisas todas.

  11. Um dia meus amigos no Brasil ficaram surpresos quando comen tei que eu limpo a minha propria casa (na França). Eles ficam chocados que alguém que tenha curso superior faça isso e não tenha empregada, mas na França (e me aventuro a dizer na Europa inteira) é assim.
    Mas bom, pelo que entendi, você estah passando por essas situações extremas pois não tem renda (bolsa ou emprego), o que não é o caso da maioria dos estrangeiros que trabalham. Mas bom, eu não acho que viver assim seja “qualidade de vida”, se for provisorio para realizar o seu sonho é uma coisa, mas não pode durar indefinidademente, afinal comer miojo todo dia não faz bem para a saude, não vale a pena ter um câncer, testar o serviço de saude na Suiça e morrer jovem!

    1. Trabalho para um advogado de alto gabarito como si diz por ai.e uma professora univesitaria de grande influencia.
      Juntos devem ganhar ums 40 a 50 mil por mes

      Surpresa!!o filho de 16 snos foi trabalhar de domestico na alemanha para aprender o alemao

      E foi ele que decidiu ninguem mandou.
      Sera que os pais nao poderiam pagar p ele ir estudar com tudo pago.?

      Voltando de la decidiu que ele mesmo faria o quarto dele .e faz. Troca a cama passa o aspirador limpa tudo.
      Quando eu estou la para isto.

      Vai falar isto para um filho de papai no Brasil?
      Nem os pais aceitam que ele faça .qt mais ele.

      Isto seria tortura-lo.voces nao acham?

      Mentalidade herdada dos colonizadores escravagistas.

  12. morei no exterior por um período longo . matando alguns leões por dia , mas infelizmente aqui nesse brasil esta faltando ate o leão para matar. . nem básico do básico funciona . TRISTE REALIDADE…..

  13. Cara, eu morei na Alemanha e economizava em TUDO! Poucas vezes eu peguei um ônibus, eu não tinha dinheiro! Nunca comi fora, era sempre tudo do mais barato. Daí o povo aqui no Brasil ficava reclamando que eu não viajava, que tava na Europa e não aproveitava. Cara, as pessoas não têm noção nenhuma, NENHUMA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.