A natureza da Suíça

Pense em uma conjunção quase harmônica entre ocupação humana e a natureza e pense na Suíça. Em todos os lugares que eu frequentei, basicamente não vi sujeira. E o mais importante – a natureza está em todos os lugares e muito mais perto do que você imagina.

A natureza da Suíça

DSC_0015
Rio Arve

Diário de bordo, número 52. Vou bater a marca dos 2 meses e o mais engraçado é que eu provavelmente já conheço muito mais do Cantão Suíço de Genebra do que o Estado de São Paulo. E o segundo fato mais engraçado é o de que por aqui, tem muita natureza, mas muita mesma. Eu diria que a Suíça é urbanizadíssima, mas eles não esqueceram do verde.

Moro em Genebra (mas não sou chique e nem sou rico. Vim pra cá pra estudar), e dentro dos meus programas favoritos, são sair por aí sem destino e ver até onde eu chego. E por onde eu fui, eu encontrei o verde, e o verde muito bem cuidado. Ou melhor, o verde, o laranja, o amarelo, o vermelho, por que agora estamos no outono, num pronunciadíssimo outono, e o clima deixa a natureza multicolorida.

A grama está bem cuidada e eu não vejo ninguém cortando em nenhum dia. Todos os parques estão super organizados, atualizados. Você não encontra, praticamente, lixo e bituca de cigarros.

Em menos de 5 km do centro de Genebra você encontra uma floresta ciliar, que ladeia o rio Rhône e também o Rio Arve. Não existem habitações precárias, com pouquíssimas exceções, e quando tem, não são irregulares. Você não encontra esgoto caindo nos rios e o lago tem peixes e é possível inclusive pescar e mergulhar.

Em vários pontos da cidade, você encontra fontes de água potável e corrente. Isso mesmo. Para nós que vivemos ou vivíamos no país com mais água do mundo e onde mais falta água, Genebra é incomparável, por que tem muitas torneiras de água caindo sem parar.

DSC_0140
Jonction: a junção entre dois rios em Genebra, o Arve e o Rhône. Ao lado, a floresta ciliar
DSC_0005
Lago Genebra com água bem cuidada, limpa, com peixes e nadável

E não é só isso. Para minha surpresa, a Suíça tem paisagens muito belas e as vezes até estonteantes tão perto de casa, coisa que no Brasil as vezes a gente tem que se deslocar muitos quilômetros, por que infelizmente a mancha urbana acabou consumindo. As vezes está perto de casa, como no caso do Rio de Janeiro, a beleza pode até ser incrível mas o fator segurança conta muito a favor da Suíça.

P1000752
Parc La Grange em Genebra

Eu vejo a Suíça como a integração não perfeita, mas a mais razoável entre a natureza e a ocupação humana. Acho que aqui eles sabem cuidar muito bem do que tem, talvez por que também eles tenham destruído muito do que era efetivamente natural nos últimos 4.000 anos, enquanto o Brasil é urbanizado mesmo há menos de 100. Em todo caso, se foi isso mesmo, como acredito, eles aprenderam bem a lição. A natureza Suíça está em todos os cantos e é fácil de encontrar. E em geral costuma ser bela.

Eu já visitei lugares belíssimos no Brasil e posso dizer que é um país maravilhoso e não tinha como não ser!! A Suíça não perde muito, e o melhor é que a beleza é concentradíssima nesse país que é aproximadamente do tamanho do Paraná! Por isso eu fiquei boquiaberto com o que eu vi. As footos acima são de Genebra, e as de baixo, de outros lugares da Suíça!

DSC_2304 (1024x576)
Lago Thun
DSC03732
Berna
DSC03710
Berna
DSC03628
Cachoeira no Lago Thun
DSC_2221 (1024x576)
Grindelwald
DSC03504
Männlichen, Grindelwald
DSC03489
Vale alpino suíço

Eu fico por aqui pessoal! E no vídeo abaixo eu falo um pouco mais, e in loco, sobre a natureza da Suíça, perto do Rio Arve:

4 thoughts on “A natureza da Suíça

  1. Nas minhas próximas férias vou me hospedar no seu humilde apertamento só para visitar esses locais.

  2. Artigo muito bem escrito, parabéns! Moro em Zurique e concordo com todas as suas observações. Faltou apenas mencionar o importantíssimo fato de que essa natureza tão preservada e próxima das pessoas está à dísposição de todos gratuitamente! Não há cobrança de taxas, por exemplo, para quem quer correr à beira do rio Arve ou de qualquer outro rio, ou para quem quer caminhar na floresta. O serviço de manter esses lugares limpos, seguros e acessíveis já é pago pelos cidadãos por meio dos impostos, os quais são bem aplicados pelo governo suíço. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.