Saint-Cergue, Suíça: Neve, floresta e cachorros!

Para quem quer visitar uma região belíssima e pitoresca da Suíça, perto de Genebra, Lausanne, tenho uma recomendação: Saint-Cergue, uma cidade conhecida pelo treinamento de cachorros para carregar trenós.

Saint-Cergue, Suíça: Neve, floresta e cachorros!

Genebra, Janeiro de 2018. Minha esposa e eu, entre a definição de mudar brevemente de país por alguns meses ou não, decidimos que é hora e lugar de aproveitar a temporada de inverno na Suíça. Afinal na Suíça é o que se imagina: picos nevados e gente esquiando. Pois picos nevados e atividades invernais foi o que nós menos vimos nesse período em Genebra. Ao invés disso, cadernos, cadernos, livros e estudos.

Queríamos viajar, mas francamente, a passagem de trem é muito cara aqui na Suíça. Facilmente passa dos 45 francos por pessoa só de ida. Felizmente uma amiga dela tem um carro e uma missão: recuperar todas as fotos que ela perdeu por causa de um problema no celular. A proposta: vamos para Saint Cergue! Normalmente um local não tão conhecido por estrangeiros, mas aqui na Suíça, e especialmente em Genebra e Lausanne, é como se fosse uma das ‘praias’ de inverno, um dos locais mais frequentados por quem quer aproveitar para esquiar, andar de trenó ou outra atividade na neve.

Saint-Cergue é um lugar comum para iniciantes em esquiar, o que seria o meu caso se eu tivesse a vontade e a coragem de tentar novamente. Mas depois de uma experiência frustrada e algumas dezenas de hematomas há algumas temporadas atrás.

Sabe por qual outra razão Saint Cergue é conhecida? Pelo treinamento de cachorros para carregar trenós. Suspeitei bastante quando vi passarem mais de 30 cachorros em uma tarde nessa região nevada que talvez fosse mais do que dog friendly. Infelizmente eu não me informei o suficiente para saber onde encontrar os huskies e malamutes, acabei de perder a oportunidade de ver onde eles eram treinados.

A questão é que Saint Cergue fica relativamente perto de Genebra então é uma viagem de bate-volta, a nossa intenção era só ficar um pouco. Quando chegamos lá, porém, gostamos tanto que acabamos zoando a tarde inteira na neve, e eu e a minha esposa, com roupas adequadas, depois sofremos as consequências do frio rs. Mas valeu a pena.

É um excelente lugar para iniciantes e levar crianças, por que existem vários morros pequenos, e sinceramente é divertido demais brincar com os trenós, nem que seja de plástico. O nosso trenó era do mais simples e custou menos de 15 euros. Mas sabe da melhor? Dá pra se divertir com aqueles sacos de plásticos preto que utilizamos para jogar lixo fora. E se alguém me visse escorregando para a glória com um saco de lixo preto provavelmente desfaria toda a imagem de chique que a Suíça tem, soubesse a quantidade de Suíços que fazem o mesmo.

Além disso, perto dali fica um dos montes mais interessantes para se visitar e fazer trilha, o Col de la Givrine, que além de tudo é onde ficam as estações de esqui. Ali é relativamente mais barato do que na parte central da Suíça, e cruzando a fronteira com a França, que é pertíssimo, é possível encontrar alguns preços mais em conta também.

Então St. Cergue fica de recomendação para os viajantes brasileiros que não querem gastar tanto (em termos de Suíça, é claro) e querem um lugar relativamente perto de Genebra e Lausanne. É possível chegar de trem e caminhar até a área dos montes nevados, que além de tudo conta com uma floresta de pinheiros extremamente pitoresca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.