Viagens Literárias

Nesta seção eu viajo de forma literal mas não literal entendeu? Escrevo uns textos que não são relacionados diretamente às viagens que eu fiz, mas pensamentos e confabulações que eu acho que de certa forma cabem nesse blog. Um dos meus sonhos é ser um escritor renomado e vez por outra eu escrevo crônicas, prosas e poesias também.

Aqui tem uma coleção dos textos que eu escrevi para este blog.  Quer saber mais? Clique nos links abaixo:

  • Crescer é acreditar que não existe final feliz. Poema/divagação.
    142075_Papel-de-Parede-O-Castelo-Animado-Howls-Moving-Castle_1280x800
    Crescer é acreditar que não existe final feliz. Não significa não buscar a prístina felicidade. Nem deve ser entendido como se acomodar à dura vida
  • Dez sinais que você já passou dos 20 e poucos anos.
    Acredite, isso já faz 20 anos.
    1 - Você ainda pensa que os anos 90 são a década passada. 2 - Você acha que Matrix é um filme recente. 3 - Você acha que uma criança que não vê há cinco anos cresceu muito rápido.
  • 2ª carta ao meu eu do futuro, aos meus descendentes e às crianças em geral.
    Há algum tempo atrás, eu escrevi a primeira carta com o tema do título, em maio de 2013. Hoje, as premissas das quais parti remanescem as mesmas: escrevo de uma forma e com uma mensagem que eu nunca antes tive e jamais terei igual. Por isso, esta carta também é para mim, mas não só, como também aos descendentes, e adicionando, às crianças em geral.
  • Confissões de um introvertido.
    Confesso. Sou um introvertido. E agora, convicto. E não se trata de conversão, e nem maioria de votos. É marca de nascença, que se apegou a mim, como uma pinta. Já me chamaram de tudo o que possa ser associado à introversão, mas de introvertido mesmo, é novo. A minha própria alcunha, que bonito.
  • Prontos pra viajar: Por que a Geração Y criou asas

    Fomos criados no meio de uma das maiores revoluções de todos os tempos. Em menos de 30 anos, o mundo ficou pequeno. A informação é instantânea. A Geração Y acompanhou a transformação de um mundo em outro. A Geração Y se adaptou rapidamente - ela criou asas e está pronta para voar.

  • O Brasil é uma ilha Nós vivemos em uma grande e afastada ilha.
  • É preciso ficar só

    Procuro um tempo, daqueles tempos únicos, tempos para ficar só. Ao menos um tempo, um grão de areia da nossa ampulheta. Amo as pessoas, amo as novas experiências, mas não deixo de te amar: a interação entre o eu e o não interativo. As vezes, poucas ou muitas vezes, é preciso ficar só.

  • Por que você ainda espera que as coisas caiam no seu colo? Não adianta torcer, fazer reza brava, simpatia. Não adianta ficar só olhando. Não adianta só esperar. Você não é uma árvore. Você também não é uma batata de sofá, enraizada. Você é um humano, tem o DNA de um nômade e tudo para realizar o que precisa. Por que você ainda espera que as coisas caiam ...
  • Um Brasileiro no exterior. Complexo de Vira-Lata: Por que você não é inferior a ninguém.

    Uma expressão brilhante cunhada por Nelson Rodrigues, no âmbito do futebol, mas que pode ser aplicada em muitos outros campos. Generalizando, o Brasileiro ainda se sente inferiorizado quando está diante de outros estrangeiros (não de todos) e isso é um problema e uma ilusão e um fato a ser contornado. Aliás, quem foi que disse que os vira-latas são inferiores a outros cachorros?

  • O mito do viajante solitário e a morte

    Quem sabe quem é Alexander Supetramp, quem já viu o filme "Na Natureza Selvagem", deve entender um pouco sobre o que eu estou falando e a crítica que eu vou fazer. Sobre a eterna moldura encantadora de uma viagem arriscada, sobre as páginas de um diário interminado e sobre o charme de abandonar a vida em uma sociedade corrupta se esconde a morte.

  • Mochilar, morar fora, e a ilusão dos bens materiais

    Saindo de casa, saindo do Brasil, quanto mais viajava, quanto mais eu demorava para decidir o que colocar na mala, mais eu me dava conta de que nós temos muito mais do que realmente precisamos. Os bens materiais são o símbolo de nossa pseudo-riqueza e ao mesmo tempo uma grande ilusão. Por que o cachorro? Para ele importa menos os ossos que ele enterrou e mais a relação com o seu dono.

  • “Corte sua barba”, “Alise seu cabelo” e outras impertinências de pessoas chatas. Ninguém quer que você meta o bedelho na vida dos outros, mas os outros estão mais do que prontos para querer te forçar a seguir o padrão: cortar a barba, alisar o cabelo, apagar tatuagem. E para estas pessoas, minha resposta é “dane-se!” “Corte sua barba”, “Alise o seu cabelo” e outras impertinências de pessoas chatas. Vivemos ...
  • Sociedade hiperprodutiva e a busca por equilíbrio

    Por que você tem uma vontade cada vez maior de jogar tudo para o alto e sair por aí? Vender coco na praia? Viajar mais, reclamar menos? Trabalhar menos, ver mais a família? Por que as vezes você tem tanta coisa para fazer que não consegue fazer nada? Bate aquele sono ou aquele Stress. Acredito em um fator fundamental. Nós vivemos em uma sociedade hiperativa, hiperprodutiva.

  • Sua mente já viaja todos os dias, só falta você.

    Somos uma pilha organizada de mais de 60 elementos químicos, originária da destruição de antigas estrelas de mais de 4 bilhões de anos atrás, e como pó estelar viajamos centenas de milhares de anos-luz até chegar à nossa querida terra. Para sentar na frente de uma telinha colorida e brilhante e reclamar da vida.

  • O Brasileiro é um estrangeiro por natureza. No Brasil, todo mundo é eles – eles que sujam, eles que erram. Fora do Brasil, nós somos nós – felizes, dançantes e receptivos. O brasileiro parece atuar sempre como um estrangeiro, um expatriado, seja em sua terra, seja fora dela, seja para o bem, seja para o mal. O Brasileiro que sempre age como estrangeiro Não sou ...
  • Quando eu, brasileiro, descobri que posso viajar Parece que é mentira, mas não é. Chegou um dia na minha vida e eu tinha juntado uma grana. Ao invés de gastar com balada, com carro e com iphone, resolvi tirar um fim de semana a mais de 1.000 km de minha cidade. E muita gente falou que não durante tanto tempo que eu ...
  • Sorte na vida?

    "Queria ter a sorte que você tem". Quem de nós não ouviu essa fatídica frase alguma vez na vida? E que forma mais chata de querer diminuir o trabalho dos outros.

  • Neste ano novo, se dê a si mesmo de presente

    Esqueça as simpatias, superstições e mandingas. Roupa branca, ervilha, 7 ondinhas, comer peixe. Nada disso vai funcionar se você não se mexer. O ano novo está aí, e o melhor que você tem pra fazer é se dar de presente.

  • O mundo pode não ser confiável. Não é por isso que você vai deixar de ser.

    Não se martirize pelas respostas nunca recebidas, pelas saídas esquecidas, pelas promessas não cumpridas, pelas duas setas azuis ignoradas do whatsapp e por ser a pessoa que sempre chega na hora. Num mundo onde confiança é raridade, quase nunca o problema é você.

  • “A vida de uma pessoa livre é considerada ofensiva para todos que vivem presos à aparências e regras” Se você estiver pensando em viajar, morar fora, mochilar, mudar completamente de vida e sair da rotina, e está sendo criticado, leia esta frase de Paulo Coelho, pense e reflita bastante. Até quando você vai se deixar levar pelas críticas e até inveja de pessoas cuja vida é linear? E até quando você mesmo vai ...
  • Para melhorar um coração despeçado, viaje. Se não funcionar, viaje de novo. Viajar é como subir uma montanha, e as vezes você precisa estar longe para ver o que não consegue enxergar na palma da sua mão – um coração quebrado, uma vida despedaçada – tudo isso pode ter sido ferido, mas há formas de curar: viajar pode ser uma delas. E se não der certo? Viaje ...
  • Que horas você parte? As horas parecem passar vagarosamente. O tempo é inexorável. Aqueles momentos de descanso seguem um por-do-sol único – do outro lado do planeta. Enquanto você lamenta, enquanto você se deixa levar, a vida corre e os dias se repetem para nunca mais acontecerem. Se você não criar o seu próprio amanhã, ele vai chegar batendo ...
  • Por que somente estudar para melhorar de vida pode não ser um bom conselho Antes de criticar o título eu sugiro ler o texto e entender. Eu estudei durante anos – mais de duas décadas, e isso com certeza me levou muito longe. Mas existem certas coisas que eu noto que fazem falta naquele discurso típico de que basta estudar que a sua vida melhorará instantaneamente. Por que somente estudar ...
  • Aos 25: É hora de começar a seguir os seus sonhos Anotamos a data de quando ficamos adultos, quando cruzamos a adolescência, quando achamos devemos nos casar, quando achamos que velhos ficamos. Mas e os sonhos, e os nossos mais sagrados planos, quando devemos segui-los? Aos 25: É hora de começar a seguir os seus sonhos Seguir os seus sonhos.Transformar projetos em realidade. Há uma idade matematicamente correta para ...